Casa de Saúde São José promove simpósio durante o Congresso Brasileiro de Cardiologia
Por: FSB Comunicação - 13/09/2018

A Casa de Saúde São José (CSSJ) participará da 73ª edição do Congresso Brasileiro de Cardiologia, que este ano será realizada no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília, entre os dias 14 e 16 de setembro. Grandes especialistas da área estarão no evento e, no dia 15 de setembro, a CSSJ promoverá o simpósio O que as novas diretrizes nos ajudaram nos casos reais”.

Durante o encontro, médicos da instituição e convidados irão debater e analisar casos clínicos de Acidente Vascular Encefálico, Síndrome coronariana aguda com supra de ST e Doença valvar grave. De acordo com o Coordenador da Unidade Coronariana da CSSJ, Gustavo Gouvêa, o objetivo do simpósio é atualizar os profissionais sobre as novas diretrizes das sociedades de Cardiologia.

“Participamos todos os anos deste congresso, que é o maior evento de Cardiologia do Brasil. O nosso simpósio já foi escolhido, por duas vezes, o melhor do evento, o que nos deixa muito orgulhosos. Esse ano, trouxemos temas bem atuais para o encontro e vamos analisar as novas orientações das principais sociedades de Cardiologia”, explica Gouvêa.

A abertura do simpósio será feita pelo Diretor Médico da CSSJ, Dr. Augusto Neno, e a moderação será conduzida pelos médicos Gustavo Gouvêa, José Kezen e Roberto Hugo Costa. Já o time de apresentadores e debatedores é formado pelo Dr. André Feijó, Dr. Rodrigo Guerreiro, Dr. Marco Py, Dr. Rodrigo Salomão, Dra. Paula Medeiros e Dra. Paula Gorgulho.

Campanha “Amigos pelo Coração”

 

Ainda durante o simpósio, o Dr. Gustavo Gouvêa fará uma breve apresentação da campanha “Amigos pelo Coração”, lançada recentemente pela Casa de Saúde São José. O projeto tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da massagem cardíaca e, consequentemente, salvar vidas.

A ação conta com a parceria da banda Barão Vermelho, que regravou o hit “Meus bons amigos” especialmente para a campanha. A canção tem o ritmo adequado (100 bpm) para garantir a taxa correta de compressões durante a massagem cardíaca, que deve ser entre 100 e 120 compressões torácicas por minuto. Com a música na cabeça, a pessoa tem mais chances de realizar a massagem de forma correta e eficaz.

“As estatísticas são preocupantes: 50% dos indivíduos com parada cardiorrespiratória morrem em 5 minutos e 10% morrem a cada minuto que passa. A literatura internacional mostra que a ressuscitação cardiopulmonar feita por leigos treinados pode ser bem-sucedida entre 50% e 75% dos casos. O suporte básico de vida consiste em uma sequência de manobras para promover a sustentação circulatória, enquanto o socorro médico não chega. Em países da Europa e nos Estados Unidos, essa massagem cardíaca é ensinada nas escolas. Aqui no Brasil, há cursos, mas a maioria é pago. Precisamos tornar essa prática conhecida por todos e realizar treinamentos”, ressalta Gouvêa.

 

Serviço Simpósio CSSJ

Data: 15 de setembro de 2018

Horário: 12h40 às 14h10

Local: Brasília – Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB)/ Auditório 14

Publicidade:
Últimas Noticias
30/11/2018
25/09/2018
25/09/2018
25/09/2018