Indústria brasileira encerra Arab Health com expectativa de US$ 12,3 milhões em negócios
Por: Dehlicom Comunicação - 06/02/2019

<

Indústria brasileira encerra Arab Health com expectativa de US$ 12,3 milhões em negócios para os próximos 12 meses

Participação nacional foi uma das mais positivas da história; marca Brasil está a cada dia mais consolidada no cenário internacional

Entre 28 e 31 de janeiro 30 empresas associadas à ABIMO e participantes do projeto setorial Brazilian Health Devices, gerido pela Associação em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), estiveram presentes na Arab Health 2019. A feira, considerada a segunda maior do setor médico-hospitalar do mundo, gerou excelentes resultados para a indústria brasileira que encerrou os quatro dias de evento com cerca de US$ 3 milhões em novos contratos fechados e uma expectativa de geração de negócios de US$ 12,3 milhões para os próximos 12 meses.

"Muito movimentada desde o primeiro dia, a edição 2019 da Arab Health foi uma das mais positivas dos últimos 17 anos. Todos os nossos associados mostraram-se bastante satisfeitos, principalmente pela qualidade do público presente", comenta Larissa Gomes, coordenadora de promoção comercial da ABIMO e uma das responsáveis pela organização do pavilhão nacional.

Ao longo do evento, as marcas brasileiras fizeram 2.155 contatos comerciais, sendo 74% deles com novos distribuidores e parceiros. "Achamos a feira muito diversificada e encontramos oportunidades interessantes não só no Oriente Médio, mas também em muitos outros países. Tudo graças ao suporte sem igual concedido pela ABIMO e pela Apex-Brasil que estão o tempo inteiro suprindo nossas necessidades", declara Marília Braga, gerente internacional de vendas da Truckvan.

Os países que mais demonstraram interesse na produção brasileira de produtos para saúde foram Arábia Saudita, Argélia, Bangladesh, Emirados Árabes Unidos, Egito, Índia, Indonésia, Irã, Iraque, Israel, Jordânia, Líbano, Marrocos, Paquistão, Rússia, Síria, Sudão e Turquia.

Para Larissa, um dos grandes benefícios da participação no evento está na consolidação da qualidade da nossa indústria no cenário externo. "A cada ano podemos perceber que a marca Brasil está mais forte e ganhando a confiança dos compradores locais", explica reforçando que a qualidade da produção nacional somada ao preço competitivo são alguns dos fatores de sucesso do pavilhão brasileiro na Arab Health.

Embaixada presente – Fernando Luís Lemos Igreja, embaixador do Brasil para os Emirados Árabes Unidos, visitou a Arab Health e todas as associadas ABIMO presentes. Para ele, a consolidação do pavilhão brasileiro neste que é um dos mais importantes eventos do calendário de saúde do mundo é imprescindível para o fomento à internacionalização da indústria nacional.

"A participação brasileira na Arab Health é um marco da nossa promoção comercial e é muito especial poder recepcionar e conversar com os empresários desse setor que é empolgante e vibrante, capaz de mostrar, para o mundo, tudo o que o Brasil pode desenvolver em termos de alta tecnologia e valor agregado. Fico muito contente em visitar a feira", declarou enfatizando a importância da ABIMO e da Apex-Brasil na consolidação deste projeto.

Excelente ambiente de negócios – Para as empresas associadas, a Arab Health mais uma vez se mostrou como uma excelente plataforma para a geração de novos contatos e novos negócios. "A Arab Health soa como a melhor opção de business, mas ainda temos grandes desafios para enfrentar", comenta Rosana Bervint de Oliarte, diretora comercial da Russer Brasil que aproveitou a exposição na feira para lançar um novo produto de seu portfólio. "Buscamos os melhores componentes e não poupamos as mais altas tecnologias como estratégia para virar o jogo. Na ocasião, a Russer lançou seu Endoscópio Flexível Digital Scorpion R1 que, com a mais alta performance, busca competitividade junto às tecnologias dos outros continentes", declara.

Como forma de vencer as barreiras culturais e geográficas, a indústria brasileira também investe na obtenção das principais certificações mundiais a fim de avançar rumo a novos negócios em mercados altamente atrativos. A Jumper Equipamentos, que também saiu satisfeita após a exposição na Arab Health, é um bom exemplo desta estratégia, como comenta Carolina Kobylansky: "Estamos pela quarta vez na Arab Health e, devido ao grande sucesso da nossa participação ano passado, este ano retornamos com a Certificação CE para fechar novos negócios e o resultado foi incrível".

Para Carolina, a participação em 2019 foi extremamente positiva. "Recebemos muitos países buscando comprar cadeiras de rodas adaptadas para seus times paraolímpicos de basquete e de tênis. Por isso continuaremos focando em certificações. Agora mesmo estamos trabalhando para a obtenção da FDA", complementa.

Veteranos – A Casex participa da Arab Health desde a primeira montagem do pavilhão brasileiro, há 17 anos. "Esse ano superou as nossas expectativas pelo alto interesse do público pelos nossos produtos", comenta Herman Casella, representante da marca.

Outra associada veterana no evento é a Biomecânica. "Participamos há mais de dez anos desta que é uma feira de extrema importância devido à grande oportunidade de novos contatos com distribuidores da África e do Oriente Médio. E essa participação só é possível graças ao apoio do Brazilian Health Devices que monta um estande incrível e nos dá total suporte na parte logística. Assim, estivemos juntos na Arab Health para fortalecer a imagem do Brasil", declara André Colaciti.

A edição 2020 da Arab Health já tem data marcada: de 27 a 30 de janeiro. O evento reúne cerca de 4.150 expositores e 84.500 participantes vindos de mais de 160 países. Ao longo dos quatro dias de evento, milhões de dólares são fechados em novos contratos, visto que a organização afirma que 41% dos visitantes são tomadores de decisão de entidades governamentais e hospitais e 37% são revendedores e distribuidores.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/04/2019
18/04/2019
18/04/2019
18/04/2019