Senne Liquor Diagnóstico completa 45 anos e inicia uma nova fase com reposicionamento da marca
Por: Rossi Comunicação - 24/04/2019


­

 

  • Empresa é referência na coleta e análise de Líquor; campanha de marketing traz o conceito de se manter sempre jovem, com mudanças como a aquisição de novas tecnologias

 

  • Notícias recentes sobre meningite e encefalite trouxeram à tona doenças que são diagnosticadas com exame de Líquor, o que reforça a importância do trabalho importante que o Senne realiza

 

"Experiência e inovação para o melhor resultado". É assim que o Senne Liquor Diagnóstico apresenta ao mercado a sua nova marca e todas as mudanças de estrutura, com o principal objetivo de ser, cada vez mais, o serviço de escolha preferencial da comunidade médica, na área de coleta, análise e diagnóstico através do Líquido Cefaloraqueano (LCR), mais conhecido como Líquor.

 

A análise do Líquor auxilia no diagnóstico de doenças que acometem direta ou indiretamente o sistema nervoso, estando subdivididas em quatro grupos principais: Neuroinfecção, Neuroimunologia, Neuro-oncologia e Doenças Neurodegenerativas.

 

Com 45 anos de atuação, o Senne é hoje um centro de referência nacional que se dedica a auxiliar o médico na precisão do diagnóstico através do Líquor e também ao estudo de casos, a fim de contribuir com a medicina baseada em evidências.

 

O Senne presta atendimento para mais de 70 hospitais das cidades de São Paulo, Campinas, Sumaré, Osasco, Barueri, Valinhos e São Caetano do Sul, por meio de parceria com mais de 60 operadoras de Planos de Saúde.

 

Além disso, recebe amostras de hospitais, clínicas e laboratórios de todo o país que necessitam dos seus serviços.

 

  "Nós somos, hoje, o maior serviço especializado em Líquor no Brasil, em número de amostras analisadas e diagnósticos entregues aos médicos e seu paciente", afirma Dr. Carlos Senne, fundador da empresa.

 

Uma nova marca, uma nova fase 

A campanha de reposicionamento da marca, que acaba de completar 45 anos, tem como objetivo demonstrar o quão importante é para a medicina e para toda a sociedade o trabalho que o Senne realiza, devido à especificidade do exame; a necessidade de uma equipe altamente capacitada para as análises e coleta e os investimentos que precisam ser feitos em termos de pesquisas, estruturas e equipamentos para a entrega de um resultado cada vez mais rápido, seguro e confiável.

O conceito da campanha traz a coragem e a disposição de se reinventar aos 45 anos e jamais se acomodar, independente da "idade".  A ideia da marca é "se manter jovem aos 45, apresentando diversas novidades, como a modernização e automação das unidades de São Paulo e Campinas, aquisição de novas tecnologias e equipamentos.

A nova identidade visual do Senne traz o "cérebro" e a "medula espinhal" como ícone principal, já que sintetiza o foco do serviço prestado, mas, agora, com cores mais vivas, onde o verde representa saúde, equilíbrio e harmonia; o laranja, entusiasmo, expansão, mudança e dinamismo; e o cinza, tecnologia e modernidade.

A campanha já pode ser vista em ambas as unidades, nas áreas técnicas e administrativas, nas salas ambulatoriais. A divulgação inclui ainda criação de um novo site, nova papelaria, adesivagem de frota, anúncios em jornais e revistas, cartazes, e-mail marketing para clientes, parceiros e fornecedores.

Estrutura e equipe capacitada

 

O Senne Liquor conta com dois centros de coleta, análise e diagnóstico, sendo um em São Paulo (Av. Angélica, 2071, 3º andar – Consolação) formado por uma equipe multidisciplinar de 45 médicos; e outro em Campinas (Avenida Francisco Glicerio,2.331 – conjunto 12 – Vila Itapura), com 5 médicos. Ambas as unidades funcionam 24 horas por dia, 365 dias no ano.

 

No ato da coleta, diversos diagnósticos podem ser fechados, por isso, a importância de o Senne contar com médicos especialistas. Outro diferencial é possuir um corpo técnico formado, em sua maioria, por biomédicos, ou seja, profissionais com formação de nível superior.

Logística de coleta diferenciada

O Senne conta com uma logística diferenciada de coleta do Líquor, que privilegia a "agilidade": 

  1. A equipe médica responsável pela coleta é dividida, estrategicamente, pelas regiões das cidades, para estar o mais próximo possível dos hospitais atendidos.
  2. O médico faz o atendimento ao paciente e coleta das amostras dentro do próprio hospital. Para casos de emergência, que incluem, por exemplo, suspeitas de meningite, a equipe do Senne é treinada para a liberação de um resultado parcial, logo após a coleta.  Muitas solicitações de exames recebidas vêm dos pronto-atendimentos dos hospitais, o que explica essa necessidade de urgência.
  3. Imediatamente após a coleta, a equipe médica do Senne está disponível para a realização de um novo procedimento, que pode ser no mesmo ou em outro hospital.
  4. Uma empresa especializada no transporte de amostras biológicas é acionada e encarregada de levá-las ao Senne, em embalagem especial inviolável, o que garante sigilo e segurança. O transporte cumpre integralmente as normas vigentes.

 

Graças a esse sistema de logística integrado, o resultado é a redução de tempo para processar e liberar os resultados dos exames.

As amostras de hospitais de outros estados são enviadas ao Senne, preferencialmente, via transporte aéreo.

Assessoria aos médicos solicitantes

A assessoria prestada aos médicos solicitantes dos exames e o direcionamento em relação ao diagnóstico é outro grande diferencial divulgado pela marca, já que o Senne vai além da entrega dos resultados e mantém com eles uma relação de proximidade e parceria. Trata-se de uma correlação clínico-laboratorial, um serviço que é completo.

Os pedidos são feitos, principalmente, por médicos neurologistas, infectologistas, oncologistas e pediatras.

"Nosso procedimento é muito específico, considerado, quase, "artesanal", por isso, mantemos nosso conhecimento muito atualizado sobre o assunto. Conhecimento este, que eu tenho como filosofia de vida, sempre compartilhar com médicos, com hospitais e com as universidades. Juntos, trocando informações com a comunidade médica, poderemos analisar o Líquor de forma, cada vez melhor", diz Dr. Senne.

Pesquisa com instituições de ensino

O Senne conta com um projeto pioneiro de pesquisa ao lado de instituições de ensino no Brasil, visando o desenvolvimento e descobertas relacionadas ao Líquor, estabelecendo novos marcadores com aplicabilidade na prática clínica e contribuindo para a melhoria da assistência.

As análises de amostras e resultados obtidos por meio dessas parcerias são compartilhados pelo Senne com médicos e hospitais, o que promove avanços no segmento.

Parceria com a indústria

O Senne também é hoje uma referência para a indústria, devido à sua importância no mercado como serviço especializado em LCR.

Em 2018, o Senne Liquor foi o centro que realizou o teste de meningite e encefalite no primeiro equipamento de diagnóstico a utilizar uma plataforma capaz de identificar 14 dos principais agentes relacionados as meningites e encefalites.

O teste permite um diagnóstico preciso em aproximadamente uma hora, o que antes poderia demorar de 1 a 5 dias. O Senne foi o primeiro a utilizar o equipamento, que hoje já está disponível no mercado.

Esse tipo de teste é importante, não só para a assistência do paciente, mas para a otimização dos custos do Sistema de Saúde, o que demonstra a parceria do Senne com as operadoras.

Qualidade Acreditada

  • O Senne foi o primeiro laboratório especializado em líquido cefalorraqueano do Brasil a obter as certificações de qualidade ISO 9001 (em 2001) e ONA Pleno (em 2009), ambos pela Fundação Vanzolini.

 

  • É referência da principal empresa de CQE (Controllab), ou seja, as amostras que são utilizadas em todo o Brasil partem do Senne.
  • Foi o primeiro a conquistar o ONA 3, nível de excelência, em 2017, para São Paulo e, em 2018, conquistou a certificação ONA nível 3 para unidade de Campinas. A ONA (Organização Nacional de Acreditação) é uma entidade que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente. A metodologia é reconhecida pela ISQua (International Society for Quality in Health Care), associação parceira da OMS e conta com representantes de instituições acadêmicas e organizações de saúde de mais de 100 países.

O objetivo da ONA é promover um processo constante de avaliação e aprimoramento nos serviços de saúde e, dessa forma, melhorar a qualidade da assistência no País.

Sobre Dr. Carlos Senne 

Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1971), especialista em Patologia Clínica pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial. Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Infectologia e do Departamento Científico de Líquido Cefalorraqueano da Academia Brasileira de Neurologia. Autor de diversos capítulos de obras sobre "Líquido Cefalorraqueano" e temas relacionados. Autor de diversos trabalhos científicos em Congressos e Revistas Médicas nacionais e internacionais.

"A minha meta é ensinar cada vez mais pessoas a trabalhar com o Líquor porque, assim, poderemos ajudar mais pessoas. Eu nunca me importei, por exemplo, em formar concorrentes disseminando meu conhecimento para médicos, estudantes... O importante pra mim sempre foi formar parcerias e ajudar".

Sobre o Líquor

Mais conhecido como líquor ou LCR, o líquido cefalorraquiano envolve o Sistema Nervosa Central – SNC (cérebro e medula espinhal) e tem como principal função a proteção mecânica (não lubrificante) dessas estruturas.

Também é responsável pelo transporte de metabolitos, neurotransmissores e nutrientes, ajudando na defesa imunitária do sistema nervoso central.

Muitos autores especializados consideram o LCR como a "janela do cérebro fonte de biomarcadores, especialmente pelo íntimo contato com as estruturas do SNC. É muito útil, principalmente, na investigação e acompanhamento de doenças infecciosas, inflamatórias, degenerativas ou neoplásicas, como meningite e esclerose múltipla etc. 

A punção liquórica também é importante no tratamento de algumas patologias por meio de aplicação de medicamento direto no sistema ventricular ou da drenagem do LCR, chamada de punção de drenagem ou de alívio.

Para evitar desconforto ao paciente durante a punção, médicos especialistas devem assumir a coleta, além de coordenar a aplicação de técnicas adequadas de análise e investigação laboratorial.

Senne em números

  • 60 hospitais em São Paulo e 10 em Campinas.
  • Atendimento à 60 operadoras de Planos de Saúde
  • 30 mil atendimentos por ano
  • Equipe multidisciplinar composta por 50 profissionais médicos
Publicidade:
Últimas Noticias
30/09/2019
12/09/2019
12/09/2019
11/09/2019