-->
Login
Medicone investe 3 milhões em produtos para saúde e aposta no mercado internacional
Por: Medicone - 03/10/2014

Indústria, que espera faturar cerca de 20 milhões este ano, acompanha crescimento global do setor, investindo em processos e exportações

A indústria Medicone investiu, no último ano, R$ 3 milhões no desenvolvimento de novos produtos em silicone para fins médicos e na melhoria do parque fabril. A empresa fabrica, dentre outros itens, o balão intragástrico, cuja procura aumentou consideravelmente nos últimos anos devido à proibição da venda de inibidores de apetite derivados da anfetamina pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e ao aumento de pacientes sem indicação cirúrgica.

Em 2013, a Medicone registrou crescimento de 50% em comparação ao ano anterior e, neste ano, a expectativa é de um incremento de, no mínimo, 20%, com expectativa de faturar cerca de R$ 20 milhões.

Segundo a Global Data, a indústria de produtos para saúde no mundo todo teve faturamento de U$ 289 bilhões em 2009 e está previsto que alcance U$ 487 bilhões em 2016, resultando em um crescimento anual de 7%. O segmento conta com mais de 27 mil indústrias ao redor do mundo e gera empregos para mais de 1 milhão de pessoas.

O setor de implantes foi o que ganhou mais destaque na exportação, conseguindo incrementar suas vendas externas de 2006 a 2010 em 87%. A Medicone também tem investido nas exportações para regiões como Egito, Portugal, Espanha, Irã, Emirados Árabes, Turquia, Reino Unido, Colômbia, Peru, Barém e Itália, sendo que está em processo de registro em diversos outros pontos. No último ano, a empresa exportou cerca de 500 produtos, dentre eles balão intragástrico, próteses penianas e próteses testiculares. A perspectiva é que a empresa dobre o número de exportações até 2017.

Localizada no Distrito Industrial de Cachoeirinha, Porto Alegre (RS), um dos mais importantes pólos industriais e tecnológicos do Brasil, a Medicone investiu pesado em novas instalações, modernização de processos, tecnologias de produção e melhorias na qualidade, tanto do produto como do atendimento ao cliente, que se tornou mais eficiente e eficaz. Na parte de processos, a empresa ganhou produtividade com a implantação de soluções de gerenciamento de vendas, de dados e de logística.

Com 90 funcionários, a Medicone conta com uma infraestrutura de ponta, apoiada por equipes técnicas e operacionais altamente treinadas. A empresa firma parcerias para a fabricação e distribuição de materiais médicos, e associa-se a instituições de saúde e pesquisa para o desenvolvimento de produtos e soluções, a exemplo do convênio com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) que viabilizou a fabricação da primeira prótese de traqueia e brônquios no Brasil para o tratamento de estenoses de vias aéreas inferiores. Em quatro anos, a empresa comercializou mais de 10 mil balões intragástricos.

Além de desenvolver e comercializar implantáveis médicos, a Medicone oferece um importante suporte aos médicos parceiros. Exemplo disso é o trabalho que a empresa desenvolve para um de seus produtos, o balão intragástrico. O projeto inclui Desenvolvimento de Clientes, Planejamento de Perda de Peso e Treinamento Técnico, além do Programa de Tecnovigilância, para promoção de medidas de controle da qualidade na fase de pós-comercialização, garantindo a segurança de quem utiliza seus produtos.

"Desde que a empresa mudou de gestão, em 2008, não poupamos esforços para crescer e oferecer ao mercado de saúde produtos de qualidade, proporcionando credibilidade aos profissionais médicos e segurança aos seus pacientes", afirma Rodrigo Perillo, CEO da Medicone.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/12/2019
02/12/2019
02/12/2019
02/12/2019