-->
Login
Hospital das Clínicas conscientiza população no Dia Nacional de Doação de Órgãos ( 27/09)
Por: CCI - Centro de Comunicação Institucional - FMUSP - 21/09/2010

No Dia 27 de setembro,segunda-feira, Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos, o Instituto Central do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP, promoverá uma série de atividades para maior conscientização do público sobre a importância da doação.

Haverá show musical, com apresentação do cantor Falcão (11h00), performance da dupla Esparadrapo e Cia, distribuição de material educativo, jogos interativos e entrega de brindes.

As festividades acontecerão das 8:00 às 13:00 horas, nas dependências do Prédio dos Ambulatórios (Av. Enéas de carvalho Aguiar, 155, próxima à estação do Metrô Clínicas), por onde circulam diariamente cerca de 10 mil pessoas, entre pacientes, acompanhantes, visitantes e profissionais da saúde.

A exposição "Um olhar sobre a doação", de autoria dos alunos da Escola Municipal de Ensino - EMEI, em funcionamento no Complexo HC, será montada no hall de entrada do Instituto Central.

O Coral da Polícia Militar também participará das comemorações, em Ato Ecumênico que acontecerá às 14h00 e contará com a presença de familiares de doadores e receptores.

Seminário: No dia 28 de setembro, terça-feira, às 8:30 h, seminário focará o processo de doação de órgãos para transplante, as crenças e mitos e a ética em transplantes. A participação é gratuita.

As palestras serão ministradas pelos especialistas: Telesforo Bachella, presidente da Comissão de Transplantes de Órgãos e Tecidos do HC, Leonardo Borges, coordenador da OPO- Organização de Procura de Órgãos do HC, Luiz Sergio Fonseca e Gustavo Fernandes Ferreira, médicos assistentes do Serviço de Transplante Renal e Bianca Nascimento, também psicóloga do serviço.

Em 2009, o Hospital das Clínicas realizou 704 transplantes. Foram 195 de medula óssea, 188 de rim, 175 de fígado, 82 de córneas, 31 de coração, 21 de pulmão e 12 de pâncreas. Transplantes de ossos foram 1.536, totalizando 2.240 procedimentos cirúrgicos.

Doadores: Os doadores são pacientes com morte encefálica em tratamento em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Muitas vezes são vítimas de traumatismo craniano ou derrame cerebral.

A Central de Captação, Notificação e Distribuição de Órgãos é responsável pela lista de espera dos receptores. Como a concretização do transplante depende de exames de compatibilidade entre doador e receptor, nem sempre o primeiro da fila será o eleito para a cirurgia.

Para ser um doador, não precisa deixar nada por escrito. Basta comunicar a família, que autorizará a doação.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/12/2019
02/12/2019
02/12/2019
02/12/2019