Ventilador

Noticias relacionadas:

11/2010 - Ventilador
Destaque para os leitores nas indicações de respirador (ventilador pulmonar), a KTK - antiga K. Takaoka - foi fundada em 1957 pelo Dr. Kentaro (1918-2010), um revolucionário na criação de equipamentos para anestesia no Brasil. Em 1955, o respirador Takaoka foi testado pela primeira vez em ser humano, marco histórico da anestesia no mundo. O Dr. Takaoka tornou-se referência no desenvolvimento da tecnologia nacional, permitindo o acesso a inúmeros pacientes com alto grau de tecnologia, acompanhando a evolução dos ventiladores mecânicos. é uma das mais tradicionais indústrias de soluções hospitalares. Ocupa o 6o lugar em equipamentos destinados à terapia intensiva, com 20% de market share. "Hoje, os produtos KTK possuem mais de 30 milhões de horas de cirurgia no Brasil. Desde 2005, a empresa comercializa para o Ministério da Saúde brasileiro. É satisfatório para a companhia saber o quanto contribui para a infraestrutura não só dos hospitais, mas para a o desenvolvimento na área hospitalar", destaca Nelson Takaoka, diretor geral. "Os equipamentos são de fácil manuseio e pouca manutenção, com tecnologia própria e nacional. São altamente competitivos e sua margem de preço está em torno de 20% abaixo do mercado", complementa o executivo. Mais sobre a empresa A KTK possui mais de 90 patentes registradas no mundo. Em 2009, foram investidos R$ 2 milhões na linha de terapia intensiva. Em 2010, está investindo em torno de R$ 2,5 milhões para os lançamentos de 2011. "Desenvolvemos o SAT 500, um aparelho de anestesia para pacientes neonatais, pediátricos, adultos e adultos obesos, que incorpora os mais recentes avanços tecnológicos do mercado, garantindo altos níveis de desempenho, segurança e confiabilidade. Não é por menos que, há mais de 50 anos, a KTK está presente nos principais centros médicos de mais de 40 países", finaliza. A linha de ventiladores eletrônicos atende pacientes neonatais, pediátricos e adultos obesos, com tela colorida que facilita a visualização dos parâmetros. Possui ainda ajustes digitais: volume corrente, frequência respiratória, pressão, relação I: E, peep, sensibilidade, pausa e pressão suporte.
02/2007 - Ventilador
De fácil transporte e com design futurista, o ventilador Torre Eole apresenta painel eletrônico auto-explicativo que facilita a sua operação. Além disso possui sistema de desligamento automático que pode ser programado para desligar em intervalos entre 1 e 8 horas. Fornecido com função redução, que diminui a intensidade do vento a cada 30 segundos, apresenta controle de oscilação do vento e função brisa, que faz com que a intensidade de ar varie entre forte e fraco, proporcionando sensação semelhante a da brisa dos campos ou do mar. Seu design foi projetado para não interferir na decoração do ambiente. A empresa também oferece uma vasta linha de eletrônicos e eletroeletrônicos.
10/2006 - Ventilador microprocessado
Apresentado com monitor com tela colorida padrão LCD, o ventilador microprocessado DX 3010 exibe em tempo real curvas de pressão, volume e fluxo, LOOPs pressão/volume e fluxo/volume, dados programados de acordo com o modo selecionado e dados resultantes, tendências até 24 horas do volume expirado, pressão das vias aéreas, fluxo inspiratório e complacência dinâmica. Dotado de função "em espera", que mantém a programação sem ciclagem, o ventilador proporciona corrente com volume de 20 a 2.500 ml com freqüência de 1 a 150 rpm. Operando com pressão (PCV) de 5 a 7 cmH2O (com "Rise Time" regulável) e sensibilidade expiratória regulável em 5 a 40% do fluxo de pico inspiratório, o equipamento conta com saída serial RS-232 para comunicação externa.
3/2005 - Ventilador
Podendo ser utilizado tanto em adultos como nos casos pediátricos e neonatais, o DX 3010 possibilita que o ciclo de ventilação seja programado por tempo, volume ou tentativa de respiração do paciente. Conta com um painel de programação interativo e exibe em tempo real as curvas, volume e fluxo de pressão, além de fornecer as tendências do volume expirado de até 24 horas. Possui monitor de tela colorida, com recursos visuais e sonoros que facilitam a identificação das informações, que são acompanhadas de mensagens no visor indicando as possíveis alterações observadas no quadro do paciente. Ainda proporciona a manutenção da freqüência respiratória do paciente durante a ventilação e permite a realização de provas respiratórias mecânicas.
5/2004 - Ventilador clínico
De fácil manuseio, o ventilador E500 apresenta painel de controle de fácil utilização e monitor de tela gráfica com touchscreen (toque na tela). Incorpora sistema de compensação automática de vazamento e gerenciamento da respiração com controle duplo (VTP/VTPS). Oferece controle automático de Slope/Rise e FlexCycle (limiar de ciclagem em fluxo de respiração), além de dispositivo para desconexão da aspiração, que suspende a ventilação enquanto libera um fluxo contínuo após uma desconexão programada. Pode ser programado para funções como teste de vazamento, compensação de complacência de circuito (calcula e habilita a liberação de fluxo/volume para compensação de complacência do circuito), compensação de altitude, seleção de idioma, e habilita insuflação lenta de até 90 s.

Empresas relacionadas:

comercioComércio
comercioIndústria
Publicidade:
Últimas Noticias
30/12/2019
02/12/2019
02/12/2019
02/12/2019