ANCP lança aplicativo "Manejo de Sintomas"
Por: Comunicação ANCP - 05/12/2017

Durante o I Congresso Paulista de Cuidados Paliativos, a Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) realizou o lançamento do aplicativo “Manejo de Sintomas”. Idealizado pelos estudantes de medicina Gabriel Drumond Ferreira e Gabriela Nóbrega Mendonça, após realizarem estágio de Cuidados Paliativos na Inglaterra, eles desenvolveram sob a mentoria do vice-presidente da ANCP, o geriatra André Filipe Junqueira dos Santos, o aplicativo voltado para profissionais de saúde com o objetivo de auxiliar na abordagem dos sintomas, apresentando um conteúdo sólido e de fácil acesso.

O aplicativo “Manejo de Sintomas” é um algoritmo para ajudar na avaliação e no planejamento do cuidado prestado aos pacientes. Em alguns sintomas foi utilizado o Edmonton Symptom Assessment System (ESAS) para definir a intensidade dos sintomas. O aplicativo, então, guia o usuário pela avaliação clínica para definir um planejamento de conduta, incluindo o manejo farmacológico e o não farmacológico.

Desenvolvido com o apoio e dedicação dos serviços de Cuidados Paliativos da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (ISCMPA), do Instituto de Medicina Integrada prof. Francisco Figueira (IMIP), e da Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP), o aplicativo teve todo o conteúdo submetido a rigorosa revisão interdisciplinar dos membros de cada instituição. E a construção do software foi viabilizada pela Mundipharma®.

Desenvolvido para os sistemas Android e iOS, o aplicativo já está disponível para download gratuitamente na Play Store (Android) e a partir de dezembro na Apple Store (iOS).

Sobre a Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP)

Fundada em fevereiro de 2005, Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) tem o objetivo de empenhar-se pelo reconhecimento da especialidade na área médica e viabilização do acesso ao serviço no Brasil. Conta atualmente com mais de 1000 associados e estima que existam mais de 130 instituições com equipes de cuidados paliativos no País, incluindo desde de serviços em atenção primária até as principais instituições públicas e privadas.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/01/2018
22/01/2018
22/01/2018
22/01/2018