Especialista mostra graves riscos da Fibrilação Atrial
Por: Ricardo Viveiros & Associados - 19/09/2019

Especialista mostra graves riscos da Fibrilação Atrial
durante Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia

A Fibrilação Atrial (FA), uma das arritmias que mais aumentam o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), será destaque durante palestra do cardiologista Dr. Rodrigo Noronha, especialista no tema, no 74º Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). De acordo com o médico, de 20 a 40% dos AVC têm causa desconhecida e a maioria pode estar relacionada à FA. "Minha participação será com uma aula sobre a importância do diagnóstico desta arritmia", explica o Dr. Noronha. "Falarei sobre a FA, que é uma das principais causas de AVC no mundo, e também serão expostas a dificuldade no diagnóstico e a necessidade de novos métodos para detectar a doença".

O mês de setembro, em que é comemorado o Dia Mundial do Coração (29), é um período de conscientização para as doenças cardiovasculares, com intuito de melhorar a prevenção e a detecção precoce de problemas deste tipo. "Falar sobre FA é imprescindível para que as pessoas entendam sua gravidade, que pode ser causa de AVC incapacitante e que, se diagnosticada a tempo, pode ter prevenidas as complicações", fala o Dr. Noronha.

Causando perda de ritmo e da capacidade de contração desta cavidade, a FA acontece na parte superior do coração (átrios) e faz com que o sangue fique mais tempo parado, o que propicia a formação de coágulos. "Caso eles migrem para a circulação, podem ser levados pela corrente sanguínea até órgãos nobres, como o cérebro, causando assim o AVC. Eles também podem causar obstrução das artérias do abdômen e das pernas". Geralmente, o AVC por FA é mais grave e pode ser fatal. Segundo explica o especialista, aproximadamente 24% destes pacientes morrem um mês após o evento e 72% depois de cinco anos. Sem diagnóstico, o paciente não recebe tratamento adequado.

Uma possibilidade para o diagnóstico precoce, evitando assim as consequências desse AVC incapacitante é o Microlife Afib, aparelho que consegue detectar com segurança a arritmia com uma simples aferição de pressão arterial. Cerca de 25% dos pacientes com fibrilação atrial não apresentam qualquer sintoma.

"A possibilidade de detectar a fibrilação atrial, uma condição potencialmente grave, por meio de uma simples aferição de pressão arterial, mostra como o uso de novas tecnologias é fundamental para melhorar a saúde das pessoas. Com o monitor Afib, temos a real possibilidade de identificar indivíduos com alto risco de desenvolvimento de AVC e intervir precocemente", explica o diretor Médico da MedLevensohn, Alexandre Chieppe. A empresa detém exclusividade na comercialização do aparelho no Brasil.

Serviço

74º Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia

Data: 20 a 22 de setembro

Aula sobre Fibrilação Atrial com Rodrigo Noronha - 20 de setembro, às 15h, no Espaço Tendências

Local: Centro de Convenções FIERGS

Endereço: Avenida Assis Brasil, 8.787, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Sobre a MedLevensohn

Distribuidora brasileira especializada em saúde, que oferece, além de sistema de testes rápidos, produtos e serviços que auxiliam no diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial, colesterolemia e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

No mercado há mais de 15 anos, é distribuidora e importadora Master Dealer, referência de alta tecnologia, segurança, agilidade e preço competitivo na promoção da qualidade de vida e bem-estar de seus clientes e parceiros. Em 2019, conquistou a marca de um bilhão de tiras de glicemia On Call Plus distribuídas no Brasil. Isso torna a empresa a maior distribuidora da fábrica Acon no mundo, superando, inclusive, companhias chinesas.

Está presente em todo o território nacional, por meio da sua Rede de Distribuição. Possui sede no Rio de Janeiro, um Centro de Distribuição em Serra (ES) e filiais em São Paulo e Belo Horizonte. Também presta serviços em nível nacional para órgãos públicos, setor hospitalar, varejista e público médico.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/11/2019
15/10/2019
15/10/2019
15/10/2019