Santa Casa de Mauá é premiada durante congresso
Por: MP & Rossi Comunicações - 23/10/2017
No dia 10 de outubro, o Hospital Santa Casa de Mauá foi premiado como destaque entre todas as Santas Casas do Estado de São Paulo durante o 2º ConSINDHOSFIL (Congresso Estadual do Sindicato das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo), voltado para os profissionais da área de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas das Santas Casas e hospitais filantrópicos, realizado em Águas de Lindóia.
 
A indicação partiu da Comissão Científica do Congresso que analisou as instituições que mais têm trabalhado com seriedade, respeito, qualidade e humanização do atendimento aos seus pacientes.
 
A Santa Casa de Mauá foi representada pelo diretor clínico Hélio Yoshimoto, que recebeu o prêmio das mãos de Diogo Vilela, sócio-proprietário da Operadora DR Sorriso, além de Rosana Gracio Sbrana, encarregada de RH e Rogério Borges, gestor de Marketing.
 
Para o superintendente da Santa Casa de Mauá, Harry Horst Walendy, este prêmio vem coroar o excelente trabalho de toda a sua equipe.
 
Perfil: Com 51 anos de fundação, a Santa Casa de Mauá passa atualmente por ampla reforma e ampliação de suas instalações e, em breve, será finalizada a obra do pronto atendimento que terá capacidade de atender, por mês, 50 mil pessoas, sendo que hoje são 20 mil atendimentos. A área de internação também será contemplada com a construção de mais 10 apartamentos, na primeira fase, totalizando 38 e, para atender à nova estrutura, a Santa Casa duplicou sua capacidade energética com o projeto de nova cabine primária.
 
A segunda fase da obra, prevista para o próximo ano, prevê a construção de um prédio com 10 andares que comportarão, entre outras instalações, um hospital de retaguarda com até 80 leitos, para abrigar pacientes da Rede pública (SUS) que necessitam de internação permanente, mas que apresentam quadro clínico estável, necessitando de cuidados clínicos não intensivos. Com isso haverá liberação de leitos nos hospitais da região para atendimento aos casos mais graves e cirúrgicos. Um hospital infantil e um centro obstétrico também estão nos estudos. “Em três anos, a Santa Casa de Mauá se tornará referência regional”, ressalta o superintendente Harry Horst Walendy. 
 
Publicidade:
Últimas Noticias
30/11/2017
17/11/2017
17/11/2017
17/11/2017